InícioGaleriaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Paraxite: entrevista com o baterista Sergente Massacro

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Whiplash
Ajudante
Ajudante
avatar

Sexo : Masculino
Mensagens : 584
Reputação : 2744
Data de inscrição : 20/05/2012
Idade : 19
Localização : DF

MensagemAssunto: Paraxite: entrevista com o baterista Sergente Massacro   Ter Jun 05, 2012 9:05 pm

O baterista Sergente Massacro dos Paraxite com muito bom humor nos conta sobre a sua banda e o underground da Itália.

Está saindo o novo CD 7” Split com a participação da banda Vexed também italiana, para conhecer-mos mais sobre a banda de Speed/Thrash metal Paraxite, tivemos uma conversa bem humorada com o baterista Sergente Massacro que nos contou um pouco sobre a banda e a cena undergraund da Itália.

DANI CAPRA: Como nasceu a banda?

Sergente Massacro: A banda nasceu no verão de 2011, depois do insucesso de uma banda de Heavy Metal Clássico, das mentes do baterista Sergente Massacro, o baixista C.G Spider e do guitarrista Mente Stuprata, unidos pela vontade de criar um projeto violento, influenciado pelos grandes mestres do Spead/Thrash Metal mas com grande caracteristica pessoal da banda, compomos músicas totalmente inéditas para os primeiros 4-5 meses, logo depois uniu a banda o vocalista Andy Vyper (ex Merciless Onslaught, baterista no Lacerhate e outros projetos internos).

DANI CAPRA: Como vocês se conheceram?

Sergente Massacro: Eu e o baixista somos primos e somos unidos pela música faz muito tempo, o guitarrista Mente Stuprata é um amigo nosso incomum apaixonado por thrash metal e H.C fugiu da prisão de um ditador africano hossexual, Andy Vyper volta depois de matar o negus da abssinia gritando nos ouvidos dos militares, decide entrar em nosso grupo.(risos)

DANI CAPRA: Qual é a visão de vocês sobre o rock italiano?

Sergente Massacro: Rock na Italia?....... Em 2012.......sem comentários.

DANI CAPRA: O que é metal para vocês? Qual o seu significado?

Sergente Massacro: é a violência, energia, adrenalina e uma tábua de salvação da crua realidade que nos aflige. Para nós isso significa tanto para expressar nossos pensamentos relativos a muitos temas atuais que pesam sobre a nossa existência, como pedras, tais como: violência, religião, podridão da sociedade, corrupçao, moda etc.

DANI CAPRA: Como é a cena undergraund italiana?

Sergente Massacro: Infelizmente tem muitas bandas boas que não conseguem subir por culpa seja dos administradores dos locais, da mediocridade que envolve a internet, no qual TODOS podem fazer tudo, sem separar os melhores e verdadeiros sons, e as gravadoras que fazem competição para produzir os grupos mais lixos e de baixa qualidade.

DANI CAPRA: O que mais inspira vocês para compor a música?

Sergente Massacro: O ódio, a raiva, vômito, fezes, violência, demência, os sapatos pradas do papa, o horror, guerra, desgosto, o anti-social.

DANI CAPRA: Qual foi a melhor época do rock na italia?

Sergente Massacro: Definitivamente os anos 70 (o panorama prog/rock maior da europa depois da Inglaterra- como PFM, BANCO DEL MUTUO SOCCORSO, NEW TROLLS..ECC) e os anos 80 (ótima cena metal, grandes, grandes grupos infelizmente esquecidos pelos jovens “rocker” modernos- como STRANA OFFICINA, VANADIUM, BULLDOZER, SCHIZO, MORTUARY DRAPE, HOCCULTA, SABOTAGE, ETC....)

DANI CAPRA: Quando sairá o próximo CD? Tem previsão?

Sergente Massacro: Está saindo o nosso 7” split com uma grandissima banda italiana speed/thrash muito conhecida no exterior a VEXED! Também estamos em fase de composição para o nosso primeiro full- length, que será um espetáculo como Paul Baloff (rip) gostaria.

DANI CAPRA: Qual dos shows que vocês fizeram foi inesquecivel?

Sergente Massacro: Seguramente aquele de suporte aos míticos Devastator (banda de culto thrash core alla italiana, ultra violento! Escutem!) em Março 2012, poucos fãs mas prontos a combater por aquilo que crêem. Um bom ponto de início para fazer crescer a cena thrash na nossa zona.

DANI CAPRA: Quais são as influências músicais da banda?

Sergente Massacro: Razor,Exodus, Whiplash, (Early) Metallica, (Early) Voivod, Overkill, Bathory, Raven, Saxon, Exciter, Sodom, Destruction, Overkill, GG Allin, Bulldozer (ITA), Blood Money, Anvil, Agent Steel, Anthrax, Atomkraft, Hellhammer, Hirax, (Early) Megadeth, Vio-Lence, (Early) Slayer, Venom, Onslaught, Sabbat (UK), DRI, Suicidal Tendencies, Wehrmacht...

DANI CAPRA: Quais bandas brasileiras vocês gostam? E quais italianas?

Sergente Massacro: Todo o undergraund anos 80 e os primiero anos da década de 90, Sepultura, Sarcófago, Chakal, Ratos De Porão, Vulcano e tantas outras! Enquanto em Italia aconselhamos ouvirem varias bandas undergraund thrash/ thrashcore e heavy/speed italianos, como: Game Over, Devastator, Fingernails, Evil spell, Hyades, Endovein, Interceptor, National Suicide, Raw power, Vexed e muitas outras (do lado mais “thrashoso”) e bandas como Ruler, Walpurgis Night, Prodigal Sons etc...(do lado mais clássico).

DANI CAPRA: O que a banda Paraxite tem de diferente para oferecer aos fas do Metal?

Sergente Massacro: TUDO!!!!! Uma ventania de ar repulsivo e sons maléficos (Risos).



Fonte: Paraxite: entrevista com o baterista Sergente Massacro - Entrevistas http://whiplash.net/materias/entrevistas/156128-paraxite.html#ixzz1wyG7Eccy

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Paraxite: entrevista com o baterista Sergente Massacro
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» ARTWORX - Á procura de baterista
» Entrevista: Michael dá entrevista as vésperas de sue aniversário de 50 anos
» [YT] Entrevista de Michael Jackson à Bárbara Wlaters - 1997 ( Legendado )
» [YT] Entrevista,Michael Comenta sobre o album Bad (Legendado)
» Adam Dutkiewicz, George "Corpsgrinder" Fisher e Shannon Lucas formam nova banda

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Music Area :: Notícias sobre música-
Ir para: