InícioGaleriaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Guns N' Roses: o "Chinese Democracy" que você nunca viu

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Whiplash
Ajudante
Ajudante
avatar

Sexo : Masculino
Mensagens : 584
Reputação : 2653
Data de inscrição : 20/05/2012
Idade : 19
Localização : DF

MensagemAssunto: Guns N' Roses: o "Chinese Democracy" que você nunca viu    Qui Jun 07, 2012 9:53 am

Como é de conhecimento geral de qualquer pessoa minimamente interessada no GUNS N’ ROSES, a rede estadunidense de lojas de eletrônicos, a BEST BUY, adquiriu direitos exclusivos para distribuição para o então altamente aguardado disco da banda, ‘Chinese Democracy’ em 2008, por uma quantia que especula-se, tenha ficado por volta de cinco milhões de dólares.

Na época, várias versões do encarte do CD foram lançadas em tiragem menor, mas perfeitamente encontráveis em qualquer filial da loja nos EUA. Mesmo a Best Buy tendo total exclusividade de distribuição do disco nos EUA, a entourage de W. Axl Rose e/ou a gravadora Universal Music forneceram material gráfico alternativo que não foi distribuído oficialmente para nenhum outro país do mundo onde o álbum tenha sido lançado. Pelo contrário, o que os outros países – incluindo o Brasil nessa lista – receberam «apesar de serem apoiadores muito mais fiéis da banda do que os fãs de seu país de origem» é uma versão bem mais barata e simplificada do encarte, que deixa a desejar em relação às versões alternativas, uma vez que estas possuem um trabalho que interage e representa bem melhor a proposta lírica de ‘Chinese Democracy’.

A figura abaixo, ‘Doggie’, de Sandy Yagi, aparece na página dos créditos do encarte:


Página com a letra de ‘Sorry’:



Trata-se da pintura ‘The Lizard Part of My Brain’, também por Sandra Yagi. O esboço original para a pintura que Axl compraria depois é essa:



Nesse scan, vemos a seção do encarte contendo as letras de ‘Chinese Democracy’ e ‘Shackler’s Revenge’:



A gravura original completa representando ‘Shackler’s Revenge’ se chama ‘Girl Raped by Alien’, do artista He An. Eis a pintura em sua perspectiva total:



Abaixo vemos a porção de ‘Catcher in the Rye’ e ‘Scraped’. A página da esquerda, com ‘Scraped’ é ilustrada por outro artista chinês, Xiao Ping, por meio de seu trabalho ‘Portrait No. 3’:



Reprodução do original:



A nota de rodapé - tal como publicada aqui no Whiplash! onde ele esclarece quem seria Riad, o homem que serviu de inspiração para ‘Civil War’ e ‘Riad and the Bedouins’:



A pintura leva o nome de ‘AK-47’ e é da autoria de Anton. S. Kandinsky, vista em sua natureza aqui


A faixa ‘Riad and the Bedouins’ em si adorna uma pintura do artista chinês Lou Jie, ‘Prisioner No. 3’:


E no encarte ficou assim:


Axl, o fanfarrão que é, escolheu muito bem a foto encarregada de portar todo o romantismo, poesia e emoção da faixa mais ‘cândida’ do disco, ‘This I Love’:


É isso que ele ama então. A foto original é intitulada ‘Hundreds of Thousands' de um artista chamado Rankin:


‘Prostitute’, última faixa do disco, ficou assim:

A pintura original é de Johnnie Hurtig e se chama “Scream".


‘I.R.S.’, faixa cujo título refere-se à receita federal estadunidense, também teve uma analogia muito particular com a arte impressa:


Originalmente, esse é um quadro chamado de "O Terra" (Sad Rat Journey) por um artista americano de nome Socar. ‘Better’, talvez a faixa mais bem recebida do disco, é representada por uma pintura do artista chinês Ziao Kegang, "Body 2005 No. 3":


‘Seated Figure In Robe’, de Gloria Gaddis, escolhida para sintetizar ‘Madagascar’:


If The World’ e ‘There Was a Time’, ambas com gravuras da mesma artista, Lian Xue Ming, com ‘Cry. No. 2’ e ‘Cry No. 7’, respectivamente:


A litografia para a letra de ‘Street of Dreams’, que acabou sendo lançada como single e usou a mesma proposta gráfica:


Imagens do CD Single:


‘Chinese Democracy’ teve ao todo quatro capas diferentes distribuídas na Best Buy. Além da notória ‘foto da bicicleta’, mais três versões foram impressas e hoje em dia são material de colecionador:


A capa acima estampa uma pintura do artista ucraniano Anton Kandinsky «especialista em temática bélica, vide seu trabalho para a nota de rodapé sobre Riad, o conhecido de Axl». Anos atrás, Kandinsky revelou, durante uma entrevista, que Axl tinha passado por sua oficina e comprado uma pintura que ainda tinha que passar pra pegar:



‘Red Star’, do artista chinês Shi Lifeng:


Lifeng também desenhou outra capa utilizada pelo Guns N’ Roses, ‘Controlling’, vista aqui já embalada no estojo do pacote vendido na Best Buy:


‘Injured Left Hand’, de Liu Yan, também foi capa de uma versão do CD:



Uma outra capa circula pela internet, e por seu contexto, pode muito bem ter sido encomendada/elaborada pelo staff da própria banda, mas não há fotos de exemplares do disco com ela impressa. Em todo caso, a gravura seria essa:


A título de curiosidade, algumas fotos de edições alternativas do álbum de 2008 e que podem ser facilmente encontradas por importadores e na internet:

Foto do box set:


Conteúdo do Box set:


Foto da versão em vinil:


_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Guns N' Roses: o "Chinese Democracy" que você nunca viu
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Guns N´ Roses pode voltar com formação original
» Guns N' Rose Vs Slipknot?
» O melhor cover de Guns 'n Roses de todos os tempos
» The Decline of Western Civilization Part II: The Metal Years (Documentário, 1988)
» Vou fazer uma playlist só com músicas "calmas" de rock (a maioria postada no tópico de mesmo nome), vejam aqui o que acham dela

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Music Area :: Notícias sobre música-
Ir para: